sábado, novembro 08, 2008

Curitiba é um ponto de referência no Brasil, se tratando do movimento Psycobilly

Na última sexta-feira do mês de outubro, dia 24/10, teve show da banda clássica do Psycobilly mundial, a Frantic Flinkstones, no bar 92 Graus. As bandas que abriram o evento foram a Chernobillie e Diabetes (formada só por mulheres).

Frantic Flinkstones é uma banda inglesa, classica dos anos 80. Ao longo de sua trajetória
já tem mais de 20 discos gravados.
De acordo com Ricardo Huczok (que toca baixo
acústico na Frantic Flinkstones), a cena está crescendo e se fortificando a cada ano.
Por motivos do "coração" Chuck, vocalista que formou a banda em 1986,
mudou-se para o Brasil, mais precisamente, para Curitiba e com essa transformação,
a cidade ganha mais adeptos. "Com a mudança do Chuck para cá
muita coisa está para acontecer estamos para lançar um novo CD com a nova formação,
com regravações clássicas da banda, algumas versões, e muita músicas nova", conta o baixista.
O CD que está quase pronto se chamará: "Psycosamba my way". De acordo com Ricardo,
o lançamento no Brasil será pela Monstro Discos, fora ainda não foi decidido.Em março de 2009
a Frantic Flinkstones fará turnê pela Europa.
Cláudia, baixista da Diabetes, gostou muito das apresentações e da festa. "Foi muito bom tocar
aqui hoje! Massa pra karalho, a cena ta crescendo a cada dia. Só essa galera que está aqui já dá
uma força muito boa ao show". Empolga-se.
A Diabetes, apesar de ser uma banda nova, com cerca de dois anos, já gravou seu primeiro CD que
está em fase de finalização, mas ainda sem nome definido. Nos resta aguardar.
A galera super animada permaneceu na casa até o amanhecer. A moda psychobilly é caracterizada por
um penteado chamado “quiff”, enquanto as roupas combinam o estilo punk (cabelo tingido, trajes
surrados e rasgados e jaquetas de couro), com a moda inicial do rockabillyAqui você confere
um pouco do que rolou por lá.





sexta-feira, novembro 07, 2008

Nos "bastidores" do festival Trancendence 2008 - parte 2

Encerramento de festival é sempre um dos ápices do envento. O dia em que sempre será lembrado.
Lembro-me como se fosse hoje. Um calor seco, típico da região e a pista alternativa dançando incessantemente.
A decoração da pista, remetendo a uma cobra gigantesca e toda retorcida completava o cenário de um clássico fim de festival.
Geralmente o último dia é um reflexo de como foram os cinco dias de festa. Para quem esteve por lá ou para os que têm curiosidade, vale a pena assistir. Como aquele antigo ditado "o melhor fica sempre para o final", o artista que encerrou a edição 2008 foi o DJ e produtor alemão Chris D-Nox.


video
"Qualquer coisa que a mente do homem pode conceber, pode, também, alcançar." 
William Clement Stone